câncer de pulmão

4 fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de pulmão

O câncer de pulmão é um dos tipos mais comuns entre todos os tumores malignos, atacando desde a traqueia até o perímetro do pulmão. A doença é apontada como uma das causas principais de mortes consideradas evitáveis, pois cerca de 90% das pessoas que desenvolvem essa doença fumam ou já fumaram no decorrer de suas vidas. Anualmente, é notado um crescimento nos casos de câncer de pulmão no mundo na casa dos 2%. Além disso, o tumor está entre os dois tipos de câncer mais comum no Brasil (apenas o câncer de pele não melanoma está à sua frente), sendo também um dos que mais leva à morte.

Grupos

A especificação para o câncer de pulmão é realizada de acordo com o tipo de células que são atingidas, como os alvéolos ou os bronquíolos. Além disso, há muitos tipos deste tumor e eles são catalogados em dois grupos:

Câncer de células não-pequenas

São os tipos mais comuns (80 a 85% dos casos) e possuem três subtipos: adenocarcinomas, carcinomas de células grandes e carcinomas de células escamosas.

Câncer de células pequenas

São os tipos mais raros (10 a 15% dos casos), porém com uma atitude mais agressiva. Ele se propaga através do sistema linfático, onde as células cancerígenas penetram nos vasos linfáticos. Dessa forma, o processo de desenvolvimento nos gânglios linfáticos em torno dos brônquios e no mediatismo é iniciado e, ao alcançarem os nódulos linfáticos, é bem provável que as células doentes já tenham se espalhado para outros órgãos do corpo.

Fatores de risco que podem levar ao câncer de pulmão

O tabaco e seus derivados são apontados como as principais causas do câncer de pulmão. Quase 90% dos casos estão diretamente ligados aos fumantes e aos que já fumaram por um período da sua vida. O fumante passivo (pessoa que fica exposta a fumaça do cigarro) também pode desenvolver esse tipo de doença. Estatisticamente falando, os fumantes têm cerca de 20 a 30 vezes mais possibilidades de desenvolver a doença, comparado aos não fumantes. Os fumantes passivos têm uma possibilidade 4 vezes maior, comparado a uma pessoa que não fica exposta a fumaça do tabaco e seus derivados (cigarro, charuto, narguilé ou cachimbo). Mas existem outros fatores que podem facilitar o desenvolvimento desse tipo de câncer. Veja alguns deles, abaixo:

1- Alimentação muito gordurosa

Alimentos fritos, manteiga, carne vermelha, molhos e massas são alguns tipos de alimentos com alto teor de gordura e que podem prejudicar a sua saúde, possibilitando o desenvolvimento da doença.

2- Ficar muito exposto e de forma constante a poluição do ar

A poluição do ar é uma mistura muito complexa, que inclui gases e materiais particulados (poeira e fumaça). O risco acontecerá se essas micropartículas chegarem até o pulmão de forma significativa.

3- Excesso ou deficiência de vitamina A

O antioxidante, como a vitamina A, permite a neutralização dos radicais livres  produzidos pelo organismo e que prejudicam o bom funcionamento do mesmo. Porém, devido ao seu alto poder oxidante (tanto o seu excesso quanto a sua deficiência), podem gerar danos às células, acelerando o envelhecimento e facilitando o surgimento desse tipo de câncer.

4- Idade avançada

A maioria das pessoas que desenvolvem o câncer de pulmão, são pessoas com idade superior a 60 anos, enquanto um pequeno percentual de casos é detectado em pessoas com menos de 45 anos. A idade média na hora que a doença é diagnosticada e de 70 anos. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp